Biutifiul.

Finalmente, Biutiful! Há meses, desde que fui seduzido pelas críticas (mais especificamente desde Cannes), venho tentando assisti-lo. Procurei, desesperadamente, um arquivo descente na internet, que pudesse baixar e assistir, porém todas as tentativas foram frustradas pelas péssimas imagens. Mas hoje, em meio ao aperto desses dias, consegui ir ao cinema (consciente que logo o filme sairia de cartaz). E fui preparado para receber um soco no estômago e sair com uma angustia da vida.

O filme de Alejandro Gonzalez-Inarritu (Amores Brutos, 21 gramas, Babel) tem como tema central a morte. Ela está por todos os lados. Num cenário fúnebre, sujo e caótico, a vida vai se ajeitando - ou tentando se ajeitar. Todos, ou praticamente todos, caminham para a  morte, deixando para trás suas dívidas.

O diretor parece ter deixado uma dúvida nos críticos de plantão sobre a sua ligação com o espiritismo, pois o persongem principal conversa com os mortos e os ajuda a seguir seu caminho do "outro lado" da vida. Para mim, o objetivo do diretor é ressaltar a passagem, a transição, a mudança. A vida concreta tornou-se o inferno, o castigo na terra, o cenário de Dante. Nenhuma alma, ou quase nenhuma, consegue livrar-se dos pecados, por mais bondosa que pareça. A salvação, a paz, está na morte, no fim.

A morte é a metáfora de uma sociedade efêmera, que ainda não sumiu e persiste em seguir existindo. É o mundo do trabalho precário, exercido por imigrantes ilegais, chineses e africanos, na prometida terra europeia. É o mundo regido pela lógica de um capitalismo decadente, em que as vidas valem muito pouco. Um mundo em que a única paz está na morte e não na vida. Um mundo que precisa perecer.

2 comentários:

mariana disse...

que isso prof, até deu vontade de assistir.. depois dessa análise super detalhada e profunda ! rs. bacana fest :D vou assistir \o/

Erica Rodrigues disse...

Adorei seu blog Festi! parabéns! quanto ao post, me fez dar vontade de assistir também, me parece um filme extremamente realista, ao mesmo tempo que místico e com certeza interessante! só não digo que você deveria fazer cinema porque suas aulas são muito boas! rs

Como disse ( no 3 C Bentão ) aqui está meu blog : www.sinestesiadamente.blogspot.com ; quando puder, dá uma passadinha lá (:

até.